Trilha pra torar a alça do corpete



Alegria, alegria, domingão dia de Trilha do LBC e de muita farra. A trilha começou por volta das 5 horas e 20 minutos com os ciclistas botando pra torar rumo ao Cedro. A velocidade média da galera foi de 25 km por hora o que garantiu uma chegada ao Cedro mais rápida que o esperado. A primeira parte de muitas outras foi marcada por poeira e ladeiras moderadas. Após descansar na pracinha do Cedro a turma seguiu rumo a comunidade rural de Pitombeira, onde em meio a subidas e descidas aportaram para descansar e comer bolo de bacia com guarana e skinka. Após descansar e lanchar a galera seguiu rumo a Parnaso e Convales. Esta parte dá trilha foi o mento de maior sofrência, pois as ladeiras foram muitas e as marchas da bike trabalharam como nunca. Foi cada subida ao concluir o coração batia a mil. Por terem pedalado no sábado cerca de 35 km alguns membros estavam cansados, mas em especia Zé Edison, que conheceu de perto as ladeiras "ingrimes" do ruralismo limoeirense. Nossa chegada a Convales foi marcada pelos "muruins" (tipo de inseto nativo deste povoado que pica a todos). 

Zé Edson, não suportou as ladeiras e voltou para casa de carona. O restante da galera seguiu rumo a Pitombeira, onde o restinho do lanche estava a esperar por eles. Na volta teve banana doce colhida do pé, altas fotos e um acidente com o bikeiro Márcio que saltou de um quebra mola voando cerca de 2 metros e se espatifando chão. Após o acidente a volta ficou mais complicada, pois Márcio reclamava de dores nas mãos, e nos joelhos. Ao ver o capacete aranhado a galera percebeu o quanto ele é importante nas trilhas. Com os smartphones dando área a galera conseguiu falar com o Socorrista do LBC, Jair Ferreira, que não exitou em vir ao socorro do ciclista e amigo ferido. Márcio foi de Carro rumo ao hospital e o restante voltou a Limoeiro pedalando. O salda da queda foi um braço fraturado, dois joelhos inchados e uma mão direita dolorida, mas graças a Deus nada além disso. Mesmo com alguns contratempos a trilha com mais de 53 km foi considerada muita boa pelos membros do Limoeiro Bike Clube (LBC). Assim terminou o dia de domingo do LBC, que foi contados para todos através deste Diário de Bordo. Para Márcio serão cerca de 45 dias longe do LBC, mas isso não o manterá afastado do grupo, pois ele conta as horas para voltar a pedalar. Veja mais fotos em nossa Página no Facebook.











LBC conclui pedal de 2014 com sabor de bolo de bacia e gostinho de abacaxi.



Foi em clima de muita alegria que os membros do Limoeiro Bike Clube (LBC) finalizaram sua jornada de trilhas do ano de 2014. A trilha de hoje foi show de bola e teve direitos a amigos novos, bolo de bacia e um saboroso abacaxi em Vila Mendes. O dia da galera do LBC começou cedo neste domingo (28/12) e por volta das 5 horas e 20 minutos desta manhã agradável eles seguiram rumo ao Cedro, cemitério do cedro, Pitombeira, Vila Mendes e PE 90 com muita força de vontade. A saída do grupo foi do mesmo local de sempre e com a galera animada a turma seguiu rumo ao Cedro passando pelas paisagens rurais e apreciando o sol surgir bem de mansinho e espalhar seus raios que aquece a alma e o coração. Paradas para foto foi o que não faltou nesta ultima trilha do ano. A parada na Praça do cedro foi certeira e ajudou a descansar um pouco, afinal a galera já havia pegado algumas ladeiras. A subida antes de chegar ao cemitério foi crucial e alguns bikeiros optaram por fazê-la empurrando, mas ouve os que foram corajosos e a subirão de cabo a rabo sem pestanejar ou reclamar. A parada em frente a cemitério serviu de descanso e de reflexão, afinal lá é um lugar onde tudo se acaba, inclusive o orgulho e a riqueza material.

A galera seguiu subindo e descendo ladeira, apreciando a paisagem que compõe o reduto rural de Limoeiro. A segunda parada mais longa foi em Pitombeira (comunidade rural de Limoeiro) para comer aquele delicioso bolo feito em lata de sardinha acompanhado de um guarana bem geladinho e refrescante.  O clima começou a esquentar e sol se abriu soltando seus raios quentes e castigante. Tal fato não desanimou os ciclistas que após comerem voltaram a pedalar rumo a Vila Mendes onde no freezer havia a esperar pelos bikeiros dois abacaxis que por sinal acabou virando costumeiro passar por lá e parar para saborear esta fruta que é apreciada por todos. Após comer e se deliciar a galera pegou a PE 90 e partiu rumo a zona urbana de Limoeiro. O sol ainda mais quente foi o vilão da volta da galera que teve gente desistindo e pegando Toyota por não aguentar o mormaço. A chegada a Limoeiro foi bem tranquila para o restante do grupo que já esta habituado com o clima quente e o sol escaldante.

Assim terminamos nossa edição do Diário de Bordo do LBC que levou para vocês durante todo o ano de 2014 todos os acontecimentos do grupo durante todo este ano. Foi um ano de boas lembranças e viagens inesquecíveis para todos os membros e é por este motivo que só temos a comemorar e foi assim que fizemos na terça-feira (23/12) com a confraternização do grupo. A quem nos acompanhou durante todo este ano de 2014 nós desejamos um Feliz 2015 repleto de realizações e muita fartura na mesa não faltando a fé e a esperança de dias melhores. No primeiro domingo de Janeiro teremos a primeiríssima trilha do ano com destino a localidade de Convales e todos os membros estão convocados a entrar 2015 com o pé direito. Obrigado a todos e até lá.  Confira outras fotos dsta trilha em nossa página no Facebook neste LINK AQUI











Membros do LBC se confraternizam em uma grandiosa festa regada a muito humor e saudosismo

Foi em meio a muita festa e confraternização que o Limoeiro Bike Clube (LBC) comemorou as vitórias e conquistas de 2014. A festividade aconteceu na churrascaria Limoeirense onde todos os membros se reuniram para se reencontraram deixando transbordar todo espírito natalino que paira na entre-véspera de natal. A bandeira do grupo tremulou marcando que o recinto é do grupo. No ensejo da festividade foi escolhida a nova presidência que por sinal teve, Gorethy Amorim e Márcia Ramos eleita através de votação. Após a eleição foi distribuído um diploma e um troféu aos ciclistas do LBC junto com alguns presentinhos que alguns membros resolveram zoar. Um sorteio de brindes também foi realizado com os membros através de senha numérica. Alfredo Neto ficou a cargo da locução e Wilker Matos foi o responsável pelas fotografias fotografando todos os momentos.

 A descontração reinou no local e o bom humor fez parte da festividade. Após o sorteio dos brindes  ( e muitos brindes mesmo) os membros se deliciaram com um saboroso jantar repleto de comidas gostosas. Foi neste tom natalino que os membros enceram o ano de 2014 cheios de boas recordações. No ensejo da festividade alguns amigos parceiros foram agraciados com troféu e diploma. O prefeito de Limoeiro, Thiago Cavalcanti, o vereador Zé de Nena, o vereador Zé Nílton, o diretor de esporte de Limoeiro, Robertinho Galvão e o assessor do prefeito de Limoeiro, Vinicius, também fizeram parte e abrilhantaram ainda mais o evento. Antes da despedida final ouve a exibição de um vídeo contando toda trajetória do grupo de 2008 até 2014. A última pedalada do grupo será no dia 28/12 coroando com chave de ouro este ano que foi repleto de realizações e novas amizades. Abaixo estão algumas fotos do nosso evento e o restante pode ser conferido em nossa Página no Facebook.




















LBC faz ultima trilha antes do Natal com direito a comida deliciosa e chegada cedo.



Jingle bells, jingle bells/Jingle all the way/Oh, what fun it is to ride/In a one horse open sleigh. Foi neste clima de Jingle bells que o LBCrealizou sua ultima trilha antes do Natal. Como o espirito natalino prega o perdão e união das raças o LBC pedalou junto com amigos de outro grupo em um pedal prazeroso rumo a Ilha dos Leões, Sergio Gerra, Cedro e volta a Limoeiro passando pelo centro da cidade. Nosso dia começou por volta das 5 horas quando nos reunimos no mesmo local de 2014 e saímos às 5 horas e 30 minutos em um pedal bem legal. No começo estavam pedalando apenas  João oliveira e Márcio Mercury, mas logo após vieram se juntar aos dois os amigos Brito e Paulo. A trilha foi super tranquila com pada para fotos e muita velocidades por paisagens rurais. Os dois amigos conheceram lugares novos e bonitos que já fora explorado pelos dois membros do LBC. O natal era uma das paisagens mais admiradas pelos ciclistas, pois em muitas residencias havia o espirito do natal impregnado nas paredes e nas arvores que deixavam de ser meros pés de arvores para vivarem arvores de natal. 

O café da manhã desta vez foi regado a comida nordestina do mês de junho a famosa pamonha. Ela veio acompanhada de uma boa fatia de queijo coalho assadinha na brasa e um delicioso café passado na hora. Enquanto a pamonha não saia do forno os bikeiros iam apreciando as coisas antigas guardadas em uma casa velha feita de barro e palha. De maquinas de escrever antigas a vitrolinha com vinil e rádio AM bem antiga. A comida deliciosa deu aquele ar de renovação que os ciclistas estavam esperando para poder retomar o pedal. A segunda parte do pedal se deu pela fazenda de Sérgio Guerra rumo ao Cedro. Seguimos em pedal de velocidade média de 20 km/h entre subidas e descidas um bom bate papo para descontrair. Ao chegarmos no Cedro formos recebido com uma Praça enfeitada e cheia do espirito de natal. Paramos e apreciamos o local, mas pouco tempo depois resolvemos ir embora e chegar cedo em casa. Chegamos tão cedo em Limoeiro, zona urbana, que demos uma volta pela cidade para completar o tempo. Chegamos por volta das 8 horas e muito bem por sinal com todos felizes e cheios do espeito do Natal. 

Como o Natal será nesta quarta-feira 25/12 o Limoeiro Bike Clube irá realizar sua confraternização no dia 22/12 com uma super festa repleta de coisas boas e o amor dos familiares a se confraternizar e ver o natal transbordar paz, amor e harmonia nos corações dos presentes na confraternização. Os ciclista do LBC ainda irão fazer seu ultimo pedal  no dia 28/12 dando por encerrado assim o ano de 2014 para o grupo e se preparando para 2015. Assim acabou o Diário de Bordo  do LBC que contou neste domingo 21/12 o relato de mais um pedal dos meninos do LBC e suas aventuras. Nós que fazemos o LBC queremos desejar a todos os membros e leitores deste Diário de Bordo um excelente Natal repleto de boas energias e que a mesa de todos seja farta de pão e da presença do Menino Jesus que é o principal espirito do Natal. Feliz NatalVeja mais fotos em nossa página do Facebook através deste LINK











LBC faz trilhas até o Clube campo Cafundó e carava sua marca no recinto.




Alegrai-vós, pois hoje teve trilha do LBC com direito a piscina e muito chão batido. Cafundó foi o destino e as estradas de barro com poeira foi que não faltou. O grupo saiu hoje (14/12) às 5 horas da matina com muita vontade de pedalar, afinal o caminho  novo dava novas esperanças e o desejo de apreciar comida regional diferencia regada a um bom banho de piscina sempre fascinava os presentes na trilha. Logo de cara os bikeiros pararam para concertar a bike de Poline que em um pit-stop rápido garantiu alguns minutos a menos de chã. O clima com temperatura média de 30 graus garantiu momentos de pouco sol e maior sombra fazendo com que o clima não castigasse muitos os nobres ciclistas de Limoeiro. Em um pedal puxado a galera seguiu pela zona rural de Passira onde pode ver entre as paisagem os animais típicos destas redondezas. A seca contrastava com as paisagens verdes provinda das irrigações que garantiam o sustento de muitas famílias. Foram muitas subidas, descidas e até caminhos de perdição antes de chegarem até o cafundó. Há os que dizem que foi lá que Judas perdeu a bota, mas os proprietários negam tal fato.

Nossa chegada foi bastante cômoda e cansativa, pois foram tantas as ladeiras que ao chegar no Clube Campo Cafundó o que nos restou foi desabar e descansar bastante apreciando um bom capão, uma boa galinha cabidela regada a cuscuz, arroz e sucos de caju e cajá. Após tomar aquele café da manhã esperto foi a hora de cair na piscina e começar a diversão. O grupo se divertiu tanto que ao voltar a Limoeiro deixou um pouco da saudade fincada no Cafundó.O caminho de volta parecia bem mais próximo que ode ida e com certeza foi, pois não havia mais risco de se perder e as energias estavam renovadas após aquele café da manhã esperto. A reta final pela Buracolândia ou como queiram PE-95 foi um tormento, afinal já estávamos cansado. Chegamos em Limoeiro por volta das 11 horas e com a sensação de dever cumprido. Este foi nosso Diário de Bordo de hoje que contou para todos vocês como foia trilha de hoje do LBC. Até domingo a todos e boa semana.















Veja mais fotos em nossa página do facebook neste link AQUI